Terceiro ano do Barão convida para debate na próxima quinta-feira

178

Na próxima quinta-feira (16), às 19h, o salão de atos do Instituto Anglicano Barão do Rio Branco (IABRB) ganhará ares de “ágora”. Como referência à Grécia Antiga e as bases da democracia, “ágora” era o nome dado as praças públicas onde ocorriam reuniões para discussão de temas como justiça, obras públicas, leis e cultura. No Barão, o tema central do debate organizado pelos estudantes do 3º ano do Ensino Médio, turma 3AE, será a “democracia na educação”.

Sistema de cotas, a atenção dada pelo Governo para a educação pública e escola sem partido serão os assuntos que pautarão o debate. Todos os interessados podem participar do momento de discussão, sem a necessidade de realizar inscrição ou cadastro prévio. A ação organizada pela turma faz parte do Projeto Barão Social, que está sendo desenvolvido na escola desde setembro e engaja cinco turmas, do 8º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. No Projeto, os estudantes foram desafiados pela coordenação da escola a desenvolverem ações que possam contribuir para a construção de um mundo melhor, começando pelo local onde vivemos.

Desenvolvendo atividades interligadas, a turma 3AE iniciou o projeto investigando o entendimento de questões ligadas à política e a democracia, através de 54 entrevistas realizadas com a comunidade, “notamos que a questão política ainda é fortemente atrelada às questões partidárias. Outro dado que chamou a nossa atenção foi que, em resposta à questão ‘você entende sobre política?’, 16 mulheres (das 27 entrevistadas) responderam que não, número que foi muito diferente entre os homens, pois apenas 4 responderam negativamente”, enfatiza a estudante Eduarda Andreoli. Além dessa, outras questões como o gosto por discutir política, as diferenças entre as funções de prefeito e vereador e entre os termos direita e esquerda foram mapeadas pela turma. Posteriormente, os dados coletados durante as entrevistas foram postados na página oficial do projeto no Facebook.

A turma também utilizou a rede social para apresentar questões históricas e atuais ligadas ao tema e ao funcionamento da democracia em outros países, “notamos que apesar de o Brasil ter um sistema avançado de voto, com as urnas eletrônicas, a questão ética faz muita diferença e nos coloca aquém de outros países”, pontua a estudante Carolina Bertoglio Zis.

Além do debate do próximo dia 16, os alunos planejam encerrar as atividades do projeto com uma caminhada pela democracia, na sexta-feira (17). Segundo a turma, o objetivo desta ação é mostrar que os jovens podem e devem se interessar por questões políticas, “educação e política são aspectos que precisam melhorar muito em nosso país. Nossa turma entendeu que são em tempos difíceis que mais se precisa dialogar e o mais importante é incentivar as pessoas a se interessarem, pesquisarem e debaterem”, finaliza Eduarda.

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.