Nova Diretoria e Conselho Fiscal da Liga da Defesa Nacional – Núcleo de Erechim

74

Empossada a nova Diretoria Executiva e Conselho Fiscal, para o mandato 2017-2019 da Liga da Defesa Nacional – Núcleo de Erechim.

Nome Completo

Atribuição

Claudio Roberto Madalozzo

Presidente

Altemar Dutra

Vice-Presidente

Thais Janaina Wenczenovicz

2º Vice-Presidente

Alessandro Vicente Bauer

Diretor Social

Jadir Luiz Putti

Diretor de Relações Públicas

Fausta Salete  Vachileski  Kolba

Secretária Geral

Libera Bresolin

Tesoureira

Miguel Goetler

Conselho Fiscal

Alan José Bresolin

Conselho Fiscal

Regivaldo José Tonon

Conselho Fiscal

Marilene Fátima Bertocchi Schafer

Suplente Conselho Fiscal

Nilson José Pallaro

Suplente Conselho Fiscal

Ronaldo Mânica

Suplente Conselho Fiscal


Na oportunidade, o ex-presidente, Capitão Alessandro Vicente Bauer, agradeceu público em geral e aos órgãos e entidades, que sempre ombrearam lado a lado para se tornar efetivas as atribuições da Liga da Defesa Nacional. Salientou, ainda, que a Liga da Defesa Nacional é uma entidade de fomento a democracia, a cultura e, sobretudo, participando ativamente na construção do civismo local e as conversações Brasilidade, voltando seus olhos especialmente aos jovens em idade escolar. Ainda, tem como atribuição as festividades da semana da pátria e ao grandioso desfile de sete de setembro, sendo, a cada ano, um grande desafio a ser vencido. Por fim, prestou contas do período em que esteve a frente da entidade, enfatizando a execução de dois projetos, que reverteram a LDN R$ 5.604,88 e R$ 58.674,00, aplicados no PROERD – 
Programa Educacional de Resistência ás Drogas e à Violência.

Claudio Roberto Madalozzo, presidente eleito disse:
Sou Erechinense, nascido no ‘morro da cegonha’, filho de Romeo e Adele. O que muito do que sou hoje devo a eles. Sou casado com Vera Lucia, temos dois filhos, noras e neta.

Estou neste momento, sendo empossado como presidente da LDN núcleo de Erechim para o biênio de 2017 a 2019, o que me deixa muito lisonjeado pela confiança que me foi dada pelos membros e ao mesmo tempo com uma responsabilidade muito grande.

A pergunta que faço aos Srs. e Sras. é:

O QUE É A LDN? QUAL É A SUA FUNÇÃO? O QUE REALIZA?

Muitos devem pensar que a LDN é ligada aos órgãos de defesa, segurança…

Sim, está ligada aos órgãos de defesa… mas, na defesa cívica e cultural.

O nosso estatuto nos diz que a finalidade da LDN é:

‘robustecer na opinião publica um elevado sentimento de brasilidade, pugnando pela moral social e cívica’.

E seus objetivos:

1-  Promover a formação moral da pessoa humana e todas as suas dimensões;

2-  Prestar assistência a programas de prevenção às drogas e a violência;

3-  Prestigiar a cultura e os valores nacionais e regionais;

4-  Representar e difundir o civismo autêntico e democrático, em favor de todos nós, brasileiros, em defesa a Pátria;

5-  Estimular a participação da juventude estudantil e de toda a população em eventos de caráter cívico;

6-  Difundir a educação cívica, o amor à justiça e o culto do patriotismo por toda a comunidade;

7-  Divulgar suas atividades através dos meios de comunicação;

8-  Prestar serviços de utilidade pública, integrando-se aos serviços de resgate do civismo, sempre que necessário;

9-  Realizar anualmente a ‘CORRIDA DO FOGO SIMBÓLICO DA PÁTRIA’;

10- Organizar, anualmente o ‘DESFILE CÍVICO DA SEMANA DA PÁTRIA’.

E também a respeitar e atender aos seguintes princípios:

1-  Defender a ideia da integridade territorial e da integração nacional;

2-  Preferencia das finalidades educativas, artísticas, culturais e informativas em benefício do desenvolvimento geral da comunidade;

3-  Respeito aos valores éticos e sociais de pessoa e da família, favorecendo a integração dos membros da comunidade atendida;

4-  Não discriminação de raça, religião, sexo, preferencias sexuais, convicção político-ideológico-partidário e condição social nas relações comunitárias;

5-  Colaborar com o governo municipal, mediante convenio ou acordas para a prestação de serviços que visem difundir o civismo no município.

Com isto, gosto de fazer um paralelo com o ‘escotismo’, no qual faço parte como Chefe Escoteiro e Coordenador do 18º Distrito que abrange todo o Alto Uruguai. Trabalhamos com jovens dos 6 anos e meio aos 21, e os nossos objetivos são com a ‘ética, princípios, valores e moral’, para a formação de melhores cidadãos.

Já na LDN, trabalhamos para que os valores de ‘brasilidade e civismo’ sejam respeitados e valorizados em todos os âmbitos.

Que está brasilidade não fique apenas nos momentos de festa, onde o verde e amarelo são apenas cores e perdem o seu significado de ‘sermos brasileiros’.

Nossas instituições estão deixando de lado este sentimento de ‘ser brasileiro’, de ver o verde e amarelo como simples cores, sem significado.

Devemos mostrar que as cores que estão em nossa bandeira têm uma origem e um ideal. Temos que ter orgulho de nossa bandeira. Temos de ter “ORGULHO EM SER BRASILEIRO”.

Sim, todos nós temos uma missão, a nossa aqui na LDN é fomentar ainda mais este sentimento de brasilidade, mostrar que com o nosso exemplo, que podemos mudar.

Afinal o nosso exemplo é espelho para o jovem, que está na escola, no clube, na festa… EU e VOCÊ… nós somos espelho para nossos filhos… alunos e outros jovens.

No ano de 2018, comemoramos o centenário de Erechim.

Temos o dever, todos nós, de todas as instituições, de realizar um grande desfile cívico, comemorando e enaltecendo os colonizadores, os “velhos dinossauros”, que muito se doaram e se dedicaram para que todos nós, hoje, pudéssemos usufruir destas conquistas e que estes exemplos sirvam de inspirações para que outros as realizem também.

Nós, membros das LDN núcleo de Erechim, contamos com a colaboração de toda a comunidade, venham participar dos eventos, venham participar da LDN. Estamos em atividade desde 1947, são mais de 70 anos de atividades para a comunidade.

Sras. e Srs. membros da liga, mãos a obra, temos muito que fazer e conto com a colaboração de todos vocês.

Por fim gostaria de deixar uma mensagem:

“Como a formação de valores dos indivíduos é que determinará a concepção moral da sociedade, é indispensável que os agentes de educação, principalmente a família (educação informal), a escola (educação formal) e as instituições em que as crianças e jovens frequentam, como o Escotismo (educação não formal), assumam o papel de contribuir na aquisição progressiva de valores positivos”. – Baden Powel.

Sempre alerta para servir fazendo o melhor possível.

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.