Projeto de Lei Legislativo de Pimenta denomina artéria de Rua Nelson Francisco Dariva

59

Vereadores aprovaram, por unanimidade, o Projeto de Lei Legislativo, de autoria de Gilson Serafin (Pimenta), que denomina artéria de nosso município de Rua Nelson Francisco Dariva – Madeireiro, localizada em parte do Lote Rural nº 35 da linha 02 Secção Paiol Grande, Rua”A” do Loteamento Olímpia C. Tozzo, iniciando na Avenida José Oscar Salazar até a Rua”B”, direção Leste-Oeste-Noroeste. A Artéria é uma travessa da Avenida José Oscar Salazar, localizada no Bairro Jabuticabal.

“Uma noite em que estamos reunidos juntamente com seus familiares, para prestar esta justa e merecida homenagem à memória de um cidadão, bem como os seus familiares que seguem trabalhando e contribuindo para o progresso e desenvolvimento de nossa cidade”, pontuou o autor.

Nelson Francisco Dariva, filho de Henrique Dariva e de Cesira Dariva, nasceu na cidade de Barão de Cotegipe em 20 de maio de 1936 onde estudou até a 5ª Série do Ensino Fundamental, na Escola Cristo Rei daquele município.

Em 04 de maio de 1963, casou-se com Dona Realdina Dariva, na cidade de Barão de Cotegipe, sendo que em seguida mudaram-se para Erechim, onde vieram a residir na Rua Passo Fundo, nº147, Bairro Centro.

Dessa união geraram duas filhas, Loni Beloni Dariva Dufloth e Levita Carmem Dariva Chiamenti, que por sua vez lhes deram dois netos, Nicole Dariva Dufloth e Lucas Dariva Chiamenti.

Era proprietário juntamente com seu sócio da Serraria Dariva e Prigol Ltda, localizada na Linha Gramado, onde desenvolviam a atividade de madeireiros, sendo que trabalhou neste ramo de 1956 até 1993, quando daí então se aposentou.

“Nelson era uma pessoa de muita fé e frequentava a Igreja como bom católico, gostava de jogar bocha com os amigos, mas o que mais lhe fazia feliz eram as reuniões com a família aos domingos, aniversários, festa de natal e fim de ano”, lembra.

“Em 31 de maio de 2013, Nelson Francisco Dariva, faleceu deixando muitas saudades a toda a sua família e amigos, que sempre vão lembrar-se dele como uma pessoa de bem, de conduta exemplar, modelo a ser seguido por todos, quer como cidadão honrado e trabalhador que foi, cumpridor fiel de seus deveres para com seus semelhantes, merecedor desta justa homenagem que prestamos em sua memória”, finaliza.

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.