Dia de apresentação dos novos Vereadores Mirins

100

Após terem passado pelo processo de defesa de seus projetos e da busca de votos para obterem êxito em suas caminhadas, a tarde da última quarta foi de início dos trabalhos dos vereadores mirins eleitos dentro do Programa Vereador Mirim o Legislativo vai à Escola, promovido pela Câmara Municipal de Vereadores, numa iniciativa da atual Mesa Diretora que reeditou o mesmo pela quarta vez desde o ano de sua idealização, 2003.

Tendo como palco o Plenário da Casa, foram conhecidos os 17 vereadores mirins que pertencem a escolas públicas e privadas do município, como de seus respectivos suplentes, pais, professores e direção das escolas participantes. Vereadores da Casa conhecem a todos que, numa segunda etapa serão sorteados, visto que cada vereador mirim terá um vereador como seu padrinho que o acompanhará por um ano. Na oportunidade também foram realizadas palestras motivacionais e dinâmicas de música como forma de integração entre todos os presentes.O Programa tem como objetivo promover a interação entre a Câmara Municipal de Vereadores e as escolas, permitindo ao estudante compreender o papel do Legislativo dentro do contexto social em que vive, contribuindo dessa maneira, para a formação de sua cidadania e entendimento dos aspectos políticos da sociedade brasileira.

Entre as suas metas está o de proporcionar a circulação de informações nas escolas sobre projetos, Leis e atividades legais da Câmara de Vereadores, possibilitar aos estudantes o acesso e conhecimento dos vereadores e as propostas apresentadas na Casa em prol da comunidade, favorecer atividades de discussão e reflexão sobre os problemas de nosso município que mais afetam a população.

Entre os objetivos, proporcionar situações em que os alunos, representando as figuras dos vereadores, apresentem sugestões para solucionar importantes questões da cidade ou determinados grupos sociais, sensibilizar professores, funcionários e para de estudantes para participarem do Projeto.

O mandato será de um ano a contar do dia da posse e entre as sua atribuições cabe a ele acompanhar e buscar junto aos estudantes e direção da escola, as necessidades que poderão ser pleiteadas no Executivo através de requerimentos e moções que serão apreciadas e votadas por todos os vereadores mirins que farão parte desta legislatura. Na Tribuna da Casa cada um terá participação efetiva na defesa de seus pedidos.

A escolha da Mesa Diretora será feita através de voto aberto por todos os vereadores mirins titulares, sendo escolhidos o presidente, o vice, primeiro e segundo secretário. Caberá ao vereador mirim suplente acompanhar os trabalhos e ações do vereador titular como, em caso de falta do titular, assumir em sessões ou ações que venham a ocorrer.

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.