Votos de Congratulações à Congregação Pobres Servos da Divina Providência

43

Vereador Serginho, em proposição aprovada no Plenário da Casa, requer o envio de Votos de Congratulações à Congregação Pobres Servos da Divina Providência, pelos 110 Anos de Fundação e presença em vários países, e também em nossa cidade.

A sua história começou com a vinda do então João Calábria, nascido em Verona-Itália, no dia 08 de outubro de 1873, sétimo e último filho de Luís Calábria, sapateiro, e de Angela Foschio, dona de casa e mulher de grande fé.

Desde o nascimento, a pobreza foi mestra na vida de João Calábria. Com a morte do pai, teve que interromper o 4°ano e trabalhar como garçom. O reitor do Seminário São Lourenço, padre Pedro Scapini, percebendo as virtudes do jovem, ministrou-lhe aulas particulares para os exames de admissão ao Ensino Médio. Aprovado, frequentou o Seminário como aluno externo, até o 3º ano, quando saiu para servir ao exército. Terminado o serviço militar, retomou os estudos.

“Em uma noite fria de novembro de 1897, quando estava no 1º ano de Teologia, regressando de suas habituais visitas aos doentes no hospital, Calábria encontrou um menino cigano encolhido na porta de sua casa, que fugia dos maus tratos do seu grupo. Acolheu o menino e o levou para sua casa. Foi o início de sua obra com os meninos órfãos e abandonados”.

Tendo sido ordenado sacerdote no dia 11 de agosto de 1901, foi nomeado vigário da paróquia Santo Estevão e confessor no Seminário. Dedicou-se com zelo especial às confissões e ao exercício da caridade, privilegiando sobretudo os mais pobres e marginalizados.

Em 1907, nomeado vigário de São Bento no Monte, começou também a acolher e a ajudar alguns soldados. No dia 26 de novembro do mesmo ano, na Rua Case Rotte, iniciou oficialmente o Instituto Casa dos Bons Meninos, que no ano seguinte, foi transferida para um lugar definitivo, na Rua São Zeno no Monte, atual casa-mãe da Congregação.

Juntamente com os meninos acolhidos, foram chegando também alguns voluntários que desejavam partilhar com padre Calábria a doação ao Senhor. E aquele primeiro núcleo foi a base da Congregação Pobres Servos da Divina Providência, sendo aprovada pelo bispo de Verona aos 11 de

fevereiro de 1932, e obtendo a aprovação Pontifícia aos 25 de abril de 1949.

Em 1910, fundou o braço feminino da congregação: as Irmãs Pobres Servas da Divina Providência, que obtiveram em 1952 o reconhecimento diocesano.

João Calábria confiou aos Pobres Servos a mesma missão que o Senhor lhe inspirou, desde quando era jovem: Mostrar ao mundo que Deus é Pai e cuida de nós, contanto que o acolhamos e façamos a nossa parte: buscar em primeiro lugar o seu Reino.

O Sacerdote João Calábria faleceu no dia 4 de dezembro de 1954, em sua cidade natal. Foi beatificado pelo Papa João Paulo II no dia 17 de abril de 1988 e canonizado no dia 18 de abril de 1999. A partir desta data é denominado São João Calábria.

No Brasil, a Congregação começou a ter vida a partir da chegada dos primeiros religiosos no início da década de 1960, mais diretamente em Porto Alegre onde atualmente está estabelecida a sede a Congregação no Brasil e que coordena as várias atividades nos 8 estados brasileiros – RS, MS, BA, PE, CE, MA, PA, AP – onde está presente. Uma vez que atende a população mais carente e vulnerável da sociedade, presta um serviço no campo da educação, da saúde, de formação para jovens em preparação à Vida Religiosa e Sacerdotal e atendimento pastoral nas diversas paróquias presentes em locais onde de maior pobreza ou “ninguém gostaria de atuar” – expressão essa do então Pe. Calábria – Fundador da Congregação.

Atualmente a Congregação está presente em 10 países: Brasil, Paraguai, Uruguai, Argentina, Italia, Romênia, Angola, Kênia, India e Filipinas.

Na cidade de Erechim está presente desde fevereiro de 2006, mais diretamente na Paróquia São Francisco de Assis – Bairro Progresso, atualmente com o Padre Tranquilo Manfroi – Pároco e na coordenação de Cáritas Diocesana, braço social da Igreja, o Irmão Darci Zacaron, atendendo a população carente e os mais desfavorecidos da sociedade.

“Somos gratos a Deus por esta dádiva tão grande, pois, no dia 15 de novembro recebemos o comunicado de nomeação de mais um bispo oriundo desta Congregação. São João Calábria sempre desejou que nos tratássemos como IRMÃOS, e procuramos nos dias de hoje assim vivermos. Assim como em qualquer lugar, precisamos de orientações para bem vivermos nosso carisma, espiritualidade e missão em união com os

demais irmãos espalhados pelo mundo. Parabenizamos a Congregação Pobres Servos da Divina Providência pela importante presença e valiosíssimo serviço prestado no campo da Educação, Saúde, Formação, Evangelização e Atendimento Pastoral nas diversas Paróquias presentes, em nossa Cidade, Estado, País e no Mundo”.

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.