Brigada Militar atendeu mais de 13.200 ocorrências na região em 2017

123

Em entrevista coletiva realizada na tarde de quinta-feira, 04 de janeiro, o comando do 13º BPM apresentou os números envolvendo ocorrências e atividades da corporação nos 37 municípios onde atua, durante o ano de 2017.

De acordo com o comandante do batalhão, Ten. Cel. Eliel de Souza Roque, foram 840 prisões em flagrante, 950 Termos Circunstanciados (TC) preenchidos e 180 foragidos capturados, totalizando 2070 prisões na região (os TCs são contabilizados como prisões nos dados oficiais). Também foram apreendidas 126 armas, fiscalizados 64 mil veículos e abordadas 91 mil pessoas. O total de atendimentos na área de atuação chega a 13.250.

Erechim é o município que concentra o maior número de ocorrências. Na Capital da Amizade foram 718 prisões em flagrante, 589 TCs, 104 foragidos capturados, totalizando 1.511 prisões, 82 armas apreendidas, 18 mil veículos fiscalizados, 31 mil pessoas abordadas e 7.800 atendimentos.

Além disso, o comandante destacou a queda no déficit de efetivo com a chegada de 31 novos policiais ao longo do ano passado e apesar de não ter sido apresentada a quantidade de brigadianos que passaram para a reserva no período, Eliel destacou que em 2018 Erechim deve receber o reforço de mais 30 soldados, com a possibilidade de que sejam treinados aqui ou em Passo Fundo.

Entre as ações desenvolvidas pela Brigada Militar e que irão continuar este ano, o Tem. Cel. Chamou atenção para o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), que ministrou 356 aulas e formou 1700 alunos, a Patrulha Maria da Penha que realizou 753 visitas e cadastrou 457 vítimas e as Patrulhas Comunitárias, que realizaram 723 visitas comerciais e 30 residenciais.

O comandante lembrou ainda sobre as Operações Avante e Operações Sossego, que tem alcançado bons índices de prevenção ao crime e a perturbação do sossego e frisou sobre a importância da parceria com os outros órgãos policiais e de fiscalização.

Sem entrar em detalhes, Eliel, disse que a maioria das ocorrências de maior vulto teriam sofrido queda na região, mas lembrou que o roubo de veículos apresentou aumento. Segundo ele, o motivo para o aumento seria a tecnologia de segurança mais avançada nos veículos, que tem obrigado os ladrões a renderem o motorista para que consigam levar o carro.

 

Por Alan Dias / JBV Online

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com