Agricultores de Aratiba discutem armazenagem de grãos na propriedade

258

A Prefeitura de Aratiba, através da Secretarial da Agricultura, juntamente com a Emater/RS-Ascar promoveram o Seminário Municipal de Secagem e Armazenagem de Grãos na Propriedade, no dia 30 de novembro, no Centro de Convivência do Idoso. O evento faz parte do Programa Municipal de Incentivo à Armazenagem de Grãos na Propriedade, que apoia financeiramente a implementação da atividade nas propriedades rurais, com exigência dos beneficiados de, no mínimo, uma formação de 8 horas na secagem e armazenagem de grãos, visando qualificar o processo e garantir o máximo de eficiência na atividade. O evento contou com a presença do prefeito, Guilherme Granzotto, do secretário municipal da Agricultura, Elói Schneider, da equipe técnica da secretaria e da equipe do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar. O extensionista Valmir Dartora conduziu os trabalhos do dia.

O assistente técnico regional em Organização Econômica da Emater/RS-Ascar de Erechim, Carlos Angonese, palestrou sobre manejo do silo secador em diferentes aspectos: qualidade dos grãos antes da armazenagem, aspectos construtivos do silo-secador, importância da pré-limpeza dos grãos, manejo de secagem, manejo de conservação dos grãos e controle de pragas dos grãos armazenados.

O secretário Scheneider e o extensionista Valmir Dartora destacaram o potencial que o município tem na armazenagem de grãos, em razão da quantidade de grãos que os agricultores utilizam na formulação das rações na propriedade. E, principalmente do grande número de paióis Chapecó que foram utilizados no passado e atualmente estão abandonados. Estes equipamentos, segundo Dartora, podem ser adaptados e utilizados na armazenagem de grãos com significativa economia de recursos. O município entende que a armazenagem na propriedade é fundamental para os agricultores familiares, uma vez que reduz custos, reduz caminhões rodando nas estradas em períodos de colheita, economiza combustível, possibilita agregar valor e conservar com mais qualidade os grãos, além de potencializar o desenvolvimento local e regional, uma vez que os agricultores melhor remunerados reinvestem estes recursos no mercado local.

A programação prosseguiu à tarde com visitação às propriedades da família Cenci e Lise, que já implementaram silos secadores em suas propriedades e colhem os frutos do investimento.

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.